Ínicio  >  Notícias  >  Notícia

Jéssica, 2, deixada no lixo em Angola, ganha prótese do SUS em SP e já corre

  • 26 de março de 2018
Jéssica, 2, deixada no lixo em Angola, ganha prótese do SUS em SP

Fonte: FolhaPress / Simone Machado | Foto: Ferdinando Ramos / FolhaPress

Mãe adotiva migrou para o Brasil para conseguir tratamento

Jéssica não para quieta. É só se distrair um pouco que a bebê de dois anos e dez meses corre para chutar a bola ou subir nas cadeiras. “Jéssica, volta com a tia”, pedem as fisioterapeutas no Instituto de Reabilitação Lucy Montoro, em São José do Rio Preto, interior de São Paulo.

A desenvoltura da menina com a prótese, que ganhou em janeiro, era uma cena impensável para a mãe adotiva, a policial angolana Elisa Tunguica, de 35 anos.



Na terra natal, Elisa recebeu dos médicos a sentença de que a menina nascida sem parte da perna esquerda só poderia testar uma prótese aos seis anos de idade.

Mas Jéssica supera qualquer previsão desde o nascimento, como a Folha publicou em 2016.

Foi achada no lixo por acaso, depois que a bola de uma pelada de garotos caiu perto de onde ela estava, entre sacos plásticos em um lixão de Cabinda, na Angola.

A bebê tinha marcas de picadas de insetos pelo corpo —estaria havia dias ali.

A policial soube da história e foi conhecê-la no hospital para onde foi socorrida.

Jéssica já tinha recebido alta, mas estava em um berço. Esperava ser adotada por alguém. Foi amor à primeira vista, conta Elisa.

A jornada entre a adoção em Angola e a prótese recebida no interior paulista parte da inquietude de Elisa.

Clique aqui e conheça os artigos exclusivos do blog DICAS DE FISIOTERAPIA

Primeiros Passos

A policial pesquisou hospitais no Brasil e, no início de 2016, conseguiu uma consulta em São Paulo com um ortopedista infantil.

A orientação foi oposta à dada na África: a cirurgia precisava ser imediata.

Entre juntar dinheiro e mais pesquisas, soube do atendimento pelo SUS. Quis entrar na fila pelo interior, prevendo uma espera menor.

Deu certo. Acompanhada por uma equipe do Hospital da Criança e Maternidade e do Instituto Lucy Montoro, Jéssica passou por uma cirurgia, em junho de 2017.

Precisou amputar parte da perna que não se desenvolvia para ficar apta a receber uma prótese, e assim poder andar —o que ocorreu em janeiro.

Clique aqui e conheça os artigos exclusivos do blog DICAS DE FISIOTERAPIA

Artesanal

“Por ser uma criança, a prótese teve que ser feita sob medida e artesanalmente para que se ajustasse ao corpo, que ainda é muito pequeno, sem causar incômodos ou que machucasse ela”, diz o médico João Henrique Agostinho.

A menina usa o aparelho de três a quatro horas por dia, e faz sessões de fisioterapia duas vezes por semana.

Apesar de estar com a prótese há pouco tempo, Jéssica já se acostumou a ela. Independente, a criança corre, pula e brinca de bola. Não para um minuto.

“Estamos fazendo o treino de marcha e ensinando a Jéssica subir obstáculos, mas a recuperação e adaptação dela estão rápidas. Hoje, já anda normalmente e faz tudo que uma criança da idade dela faz”, diz a fisioterapeuta Kamila Prates Passos.

Ter vindo para o Brasil, diz Elisa, foi sua melhor decisão depois de dizer sim a Jéssica, naquele hospital em Angola.

“Ainda bem que não me conformei com o primeiro diagnóstico. Ver a Jéssica brincando e correndo como uma criança normal é mais do que a realização de um sonho, é ver que minha menina superou tudo e está vencendo.”

A família pretende voltar para Angola no fim deste ano, onde Jéssica vai dar sequência ao tratamento.

“Vamos voltar para casa, mas nosso vínculo com o Brasil e São José do Rio Preto nunca acabará”, afirma a mãe. “E voltaremos sempre para visitar todos que nos ajudaram nessa batalha.”

Clique aqui e conheça os artigos exclusivos do blog DICAS DE FISIOTERAPIA




A sessão de notícias do Dicas de Fisioterapia visa ampliar a difusão de importantes materiais noticiosos que são publicados pelas mais diversas imprensas.

Não pretendemos levar nenhum credito com isso e a fonte está claramente identificada no início da página.

Se o autor se sentir ofendido por alguma notícia aqui publicada, por gentileza, entre em contato imediatamente pelo e-mail: [email protected]

O blog Dicas de Fisioterapia possui sua sessão de artigos exclusivos publicados regularmente, que podem ser acessados clicando aqui.

Estamos em processo de construção e ampliação do blog. Comente abaixo, tire dúvidas, sugira etc.


Deixe um comentário

    Dicas de Fisioterapia.com
    | Menu >